OSHO – “Nunca Nascido – Nunca Falecido – Apenas visitou este planeta entre 11 de Dezembro de 1931 e 19 de Janeiro de 1990”. Com estas palavras literalmente imortais, Osho tanto dita seu epitáfio como exime a necessidade de uma biografia. Tendo removido seu nome de tudo quanto existe, ele finalmente concordou em aceitar “Osho”, explicando que este se deriva da obra “Oceanic”, de William James. “Não é meu nome”, diz ele, “é um som de cura”.

 “Estou aqui para seduzi-lo a um amor pela vida; para ajudá-lo a se tornar um pouco mais poético; para ajudá-lo a morrer para o mundano e para o ordinário, de modo que o extraordinário exploda em sua vida.”

Eu não sou um lógico, sou um existencialista. Acredito nesse belo caos da existência e estou pronto para ir aonde quer que ela vá. Não tenho uma meta, porque a existência não possui uma meta. Ela simplesmente é, florescendo, brotando, dançando – mas não pergunte por quê. Apenas um transbordamento de energia, sem motivo algum. Estou com a existência.”

Eu não sou um messias e não sou um missionário. E não estou aqui para estabelecer uma igreja ou para dar uma doutrina para o mundo, uma nova religião, não. Meu esforço é totalmente diferente: uma nova consciência, não uma nova religião, uma nova consciência, não uma nova doutrina. Chega de doutrinas e chega de religiões! O homem necessita de uma nova consciência. E a única maneira de trazer uma nova consciência é continuar martelando por todos os lados para que lenta, lentamente nacos de sua mente se desprendam. A estátua de um Buda está oculta em você. Nesse momento você é uma rocha. Se eu continuar martelando, cortando fora pedaços de você, lenta, lentamente o Buda surgirá.”

 

Osho é um mestre iluminado que está trabalhando com todas as possibilidades para ajudar a humanidade a superar uma fase difícil no desenvolvimento da consciência.” Dalai Lama

 

Esse livro faz parte da estante de toda biblioteca e do lar de todos aqueles que buscam conhecimento do ser mais elevado”. Dr. Deepak Chopra

 

Osho é o homem mais perigoso desde Jesus Cristo… Ele é obviamente um homem muito efetivo, senão ele não seria uma tal ameaça. Ele está dizendo as coisas que ninguém mais tem coragem de dizer. Um homem que tem todos os tipos de idéias, elas não são só inflamatórias, elas também possuem uma ressonância da verdade que assusta os monstros do controle.” Tom Robbins